sábado, 28 de junho de 2014

MANUTENÇÃO DA IGREJA MATRIZ DE SÃO JOSÉ DE MIPIBU


Após a mudança do local das missas para o Centro Social e Pastoral da cidade, foi iniciada a manutenção da Igreja Matriz de São José de Mipibu. Voltando na história, a matriz foi o primeiro prédio erguido na então Vila de São José do Rio Grande, com três etapas de sua construção até os dias de hoje.  Sua construção se deu no começo de 1740, com a ampliação da capela feita pelos antigos missionários Jesuítas, sendo assim, atendendo uma nova demanda de fiéis, os frades Capuchinhos de origem italiana, iniciaram com a nave principal. Em meados de 1842 e 1894, durante a passagem do vigário daquela freguesia chamado de Cônego Gregório Ferreia de Lustrosa, houve uma ampliação da igreja, construindo assim as duas torres e corredores laterais e os dois altares laterais. Outra grande reforma ocorreu em 1857, onde foi retirado o assoalho de madeira do coro e escadas das duas torres, substituindo por concreto; os forros de madeira também foram substituídos por concreto. Durante mais de 250 anos de história a igreja sofreu todas essas reformas, dentre elas a colocação e recentemente a retirada dos azulejos da fachada. 




         Desde o dia 10 de Junho de 2014 que está sendo feita a manutenção da Igreja Matriz, contando com 10 homens trabalhando, a previsão de conclusão de pintura da parte interna, é para o dia 10 de Julho, segundo o chefe de obras Canindé Ribeiro, obtendo assim uma boa margem de tempo até o início da Festa dos Padroeiros.


 Corredor direito

 Corredor esquerdo


          Já a parte externa levará um tempo maior para ser concluída, pois passará por um processo de lavagem para retirada de todas as sujeiras, esperar a secagem dependendo das condições climáticas, para que então seja iniciada a pintura por completa.


0 comentários:

Postar um comentário